O Banco Alimentar Contra a Fome de Angola anunciou a entrega de mais de três toneladas de alimentos às populações da província de Benguela afectadas pelas chuvas, que mataram 70 pessoas.

D esta ajuda, 3.120 quilos são de produtos não perecíveis, sendo que uma parte foi recebida através da campanha “Let´s continue give”, realizada em Portugal.

No terreno, os bens doados serão distribuídos através de uma organização afecta ao MPLA, a Organização da Mulher Angolana (OMA), contando ainda com o apoio de outras organizações, além do Banco Alimentar Contra a Fome.

O balanço mais recente das chuvas que caíram de 11 para 12 de Março nos municípios de Lobito e Catumbela, província de Benguela, aponta para 70 mortos, de acordo com o balanço do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros local. Contudo, várias pessoas permanecem desaparecidas, segundo os bombeiros.

As fortes chuvas provocaram também vários estragos, nomeadamente a destruição total de 119 casas e parcial de 46 outras, de uma igreja e a inundação de oito escolas. A tragédia que se abateu sobre a província de Benguela está a mover uma grande campanha de solidariedade por todo o país, com a recolha de bens não perecíveis e materiais de construção para assistência das vítimas das chuvas.

Partilhe este Artigo