A moeda nacional está a desvalorizar-se consecutivamente há dois meses, tendo atingido na última semana valores mínimos, de mais de 103 kwanzas por cada dólar, segundo dados do Banco Nacional de Angola (BNA).

D e acordo com o relatório semanal do banco central sobre os mercados monetário e cambial, o período entre 03 e 07 de Novembro foi o último, em largos meses, com o dólar norte-americano cotado a menos de 100 kwanzas (99,98).

Na primeira semana de 2015, entre 05 e 09 de Janeiro, a taxa de câmbio média de referência do mercado interbancário voltou a bater novos máximos, sendo necessários 103,855 kwanzas para comprar um dólar.

Antes desta subida, a transacção estava estável, em cerca de 98 kwanzas por cada dólar.

A manutenção destes valores terá impactos no poder de compra, tendo em conta a preponderância da moeda norte-americana na economia local.

A forte quebra da cotação do crude no mercado internacional – Angola é o segundo produtor de petróleo da África subsaariana, produto que garante 76% das receitas fiscais, e por consequência da introdução de dólares, está na origem da situação.

A reduzida disponibilidade de divisas na banca comercial tem vindo a levar estas instituições, nos últimos dias, a restringir os montantes máximos permitidos por cliente.

Ainda na semana anterior, o BNA aumentou para 350 milhões de dólares (295 milhões de euros) a venda de divisas aos bancos comercias.

Partilhe este Artigo