A Sonangol anunciou hoje ter estabelecido um acordo comercial preliminar com a congénere da República Democrática do Congo (RDCongo) para a exploração conjunta da produção de petróleo na Zona de Interesse Comum.

D e acordo com uma informação da concessionária petrolífera angolana, o acordo com a Cohydro SA (Congolaise des Hydrocarbures) foi rubricado por administradores das duas empresas na terça-feira e “define os termos da actividade de exploração e os princípios gerais que irão reger o futuro contrato de partilha de produção”.

Angola é o segundo maior produtor de petróleo da África subsariana, prevendo atingir em 2015 a marca de 1,8 milhões de barris de crude por dia.

Os dois países têm interesses, nomeadamente, na produção ‘offshore’ entre o norte de Angola e o enclave de Cabinda, sendo que esta última província concentra actualmente grande parte da produção angola de petróleo.

A Sonangol acrescenta que este entendimento com a Cohydro constitui uma “evolução significativa” dos contactos que vinham sendo efectuados bilateralmente, no âmbito do Protocolo de Cooperação assinado por Angola e pela RDCongo a 30 de Junho de 2007, referente à exploração conjunta de hidrocarbonetos na Zona de Interesse Comum, uma área situada no corredor entre os dois países.

O acordo preliminar agora rubricado surge depois da visita que o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, realizou a Kinshasa a 19 de Janeiro.

Partilhe este Artigo