O governo do Japão procedeu hoje, quinta-feira, em Luanda, à doação de 181.492,00 dólares para a implementação de projectos de reabilitação do posto de Saúde Dom Elizeu da Congregação das Missionarias de Santa Teresinha, na cidade capital, e pesquisa de campos de minas na província da Huíla.

O acordo de doação foi rubricado pelo encarregado de Negócios da Embaixada do Japão, Takashi Kondo, pela directora do centro de saúde Dom Elizeu, Sandra Regina Veras e pelo director da ONG Hallo Trust, Gerhard Zank.

De acordo com o encarregado de Negócios da Embaixada do Japão, para o projecto de saúde, foi disponibilizado o valor de 102.062, 00 dólares, que vai servir para ampliação do posto de saúde Dom Elizeu.

Para o segundo projecto, foi disponibilizado 79.430,00 dólares para a pesquisa de campos de minas na província da Huíla em apoio a Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistência humanitária (CNIDAH), a ser implementado pela Hallo Trust.

Segundo a directora do centro de Saúde, Sandra Regina Veras, com a doação a instituição vai construir quatro salas de consulta e observação e será ampliada a sala de espera do Posto de Saúde Dom Eliseu.

Acrescentou a responsável, que a construção dos compartimentos do centro vai permitir que se aumente substancialmente o número de atendimentos diários à população, e também gerar mais empregos para que o posto de saúde possa oferecer assistência médica da melhor qualidade em zonas urbanas e populosas.

Por sua vez, o director da ONG Hallo Trust, Gerhard Zank, disse que por meio do financiamento, as equipas de pesquisa terão a missão de cobrir pelo menos 25 áreas suspeitas de estarem minadas em toda província da Huíla, para realizar a actualização da informação da base nacional de dados de minas, para eliminar as discrepâncias dos dados e definir o mais exacto possível as áreas realmente contaminadas pela metodologia de mapeamento polígonos.

Gerhard Zank acrescentou que durante as actividades de pesquisa, poderão realizar também a destruição de engenhos que forem encontrados.

O governo japonês, desde 1999, apoia vários projectos comunitários de acção contra minas, incluindo assistência às vítimas de minas e educação sobre risco de minas, com o valor total de aproximadamente dez milhões e setecentos mil dólares.

Partilhe este Artigo