Presidente da Chá de Caxinde – Jacques Arlindo dos Santos.

A comemorar 10 anos de existência (2004-2014), o projecto de Pesquisa-Acção sobre “Processos de Democratização e Desenvolvimento em Angola e na África Austral” vai lançar em Luanda o seu relatório de progresso relativo às actividades desenvolvidas no último quinquénio (2010-2014), numa parceria académica entre a Universidade Católica de Angola e o Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE.

O evento terá lugar no próximo dia 28 de Janeiro (quarta-feira) no Nacional Cine-Teatro, “Espaço Verde-Caxinde” com início às 17.30h. A entrada é livre.

O projecto de pesquisa-acção iniciou-se em 2004, estimulando a articulação e cooperação entre a academia e as organizações da sociedade civil (OSC) na análise, discussão e acção, sobre as importantes temáticas das chamadas transições políticas e económicas em África.

Ao longo da última década tem progredido em vários eventos, incluindo conferências nacionais e internacionais, “workshops”, seminários e publicações, procurando contribuir para enriquecer a pesquisa científica, assim como os processos de reflexão e decisão política nas áreas em debate.

Coordenado desde o seu início pelos professores Justino Pinto de Andrade e Nuno de Fragoso Vidal, o projecto tem congregado vários pesquisadores, instituições académicas e OSC ao longo dos anos, na África Austral e na Europa.

PROGRAMA

17:30h – Boas Vindas do Presidente da Chá de Caxinde – Jacques Arlindo dos Santos.

17:35h – 19:00: Painel de discussão do projecto de Pesquisa-Acção “Processos de Democratização e Desenvolvimento em Angola e na África Austral” e de lançamento do relatório de progresso 2010-2014.

Justino Pinto de Andrade (Universidade Católica de Angola): O papel da pesquisa e da reflexão científica na construção da democracia.

Elias Isaac (Fundação Open Society Angola): As Organizações da Sociedade Civil: como melhorar a sua eficácia?

Reginaldo Silva (Jornalista): O contributo dos media Angolanos para o processo de democratização.

Carlos Rosado (Universidade Católica de Angola): Os desafios para a economia angolana num contexto de baixa do preço do petróleo.

Sérgio Calundungo (Observatório Político e Social – OPSA): Os grandes desafios para a democratização nos próximos anos.

Nuno Vidal (Centro de Estudos Internacionais – Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE): Dez Anos do Projecto de Pesquisa-Acção e as novas linhas de investigação para 2015.

19:00 – Discurso de Encerramento

A Associação Chá de Caxinde na comemoração dos seus 26 anos ao serviço da cultura nacional. Jacques Arlindo dos Santos (Presidente da Chá de Caxinde).

Partilhe este Artigo