O secretário-geral da UNITA, Vitorino Nhani, afirmou na província da Lunda Norte que o projecto social do seu partido defende a terra como pertença do povo.

O político, que falava aos militantes do município do Tchitato, disse que a UNITA vai continuar com a sua luta política para concretizar a implementação do projecto de sociedade traçado a partir do Muangai em 1966.

A boa educação, assistência sanitária para todos, agricultura, pescas e ambiente são, entre outros, assuntos apontados pelo responsável partidário como prioritários na agenda de governação a ser apresentado aos eleitores no pleito de 2017.

“A UNITA vai continuar com a sua luta política para que possa fazer com que o seu projecto de sociedade que partiu de Muangai seja implantado e implementado no sentido de ir à defesa dos angolanos”, salientou.

Acrescentou que, para a mobilização dos militantes, simpatizantes e população, irá circular pelas 18 províncias do país um facho que partirá do Muangai, no dia 13 de Março de 2015, até ao local onde será realizado o comício em celebrações do 50ª aniversário da fundação da organização, a 13 de Março 1966.

No entanto, lançou uma mensagem de unidade, paz e reconciliação nacional entre angolanos, por serem filhos da mesma terra.

Partilhe este Artigo