O chefe de departamento de artes e acção cultural da direcção provincial da Cultura de Malanje, Francisco Ngola, defendeu hoje, domingo, nesta cidade, mais divulgação e preservação dos instrumentos musicais tradicionais.

Oresponsável fez este apelo por considerar que a sociedade civil ainda encara os instrumentos musicais tradicionais como um meio fora do uso, a julgar pelo aparecimento de meios sonoros digitais.

De acordo com Francisco Ngola, a valorização destes meios como a marimba, o batuque, o quissanje, entre outros instrumentos musicais tradicionais, constituem o principal património cultural da população da província de Malanje.

“Temos de preservar a nossa identidade nacional e africana”, disse acrescentando que os hábitos e costumes, são heranças que datam desde a vivência dos ancestrais, baseadas na essência das fontes históricas.

Francisco Ngola fez saber que os instrumentos musicais tradicionais são patrimónios culturais que ainda se podem deslumbrar em muitas regiões de Malanje.

A marimba, quissanje, puita, batuque e outros são instrumentos musicais principais confeccionados através de madeiras, cabaças e outros utensílios em alguns municípios de Malanje.

Partilhe este Artigo