O Recreativo do Libolo sagrou-se neste sábado, em Luanda, campeão angolano de futebol, ao vencer o ASA por 3-1 e beneficiar do empate (1-1), na Huíla, entre Benfica de Lubango e Kabuscorp do Palanca.

A equipa do Kuanza Sul vence o “Girabola” de 2014 ainda com duas jornadas para disputar, repetindo as conquistas de 2011 e 2012, depois da vitória do Kabuscorp do Palanca, na época anterior.

“Estamos todos de parabéns, estamos felizes. Este título é fruto de muito trabalho, de muita dedicação e do acreditar. Do acreditar da direcção, da equipa técnica, dos jogadores e dos adeptos, que foram extraordinários este ano”, disse aos jornalistas, ainda no relvado do Estádio do Cidadela, na capital angolana, o treinador “laranja” Miller Gomes.

Com 28 jornadas disputadas, o Recreativo Libolo conquista matematicamente o título com apenas uma derrota. Isto apesar de alguns empates consecutivos nas últimas semanas – quando a vantagem sobre o Kabuscorp era de nove pontos – ter levado animação à recta final do “Girabola”.

“Quando as coisas são trabalhadas, feitas com rigor, mais facilmente se está próximo do êxito. Fomos a equipa mais regular”, afirmou o técnico angolano do novo campeão nacional de futebol.

À entrada da 28ª jornada, o Libolo tinha quatro pontos de vantagem sobre o Kabuscorp, ainda campeão em título, esperando-se um duro teste frente aos “aviadores” do ASA.

Apesar da vitória, o Libolo carimbou o terceiro golo (autogolo do ASA) já em cima do minuto 90, quando o adversário pressionava na tentativa de chegar ao empate.

A festa começou a ser feita minutos antes do final da partida de Luanda, com o anúncio do empate do Kabuscorp no terreno do Benfica do Lubango, no sul de Angola.

Desta forma, a equipa de Luanda deixa de ter hipóteses matemáticas de revalidar o título nas duas jornadas ainda por disputar, vendo a festa na cidade ser feita pelos adeptos adversários.

Partilhe este Artigo