A advogada Ivone Rocha, coordenadora no Departamento de Ambiente/Público da SRS Advogados desde 2013, fez parte da equipa de peritos independentes que elaborou o relatório que “valida” os critérios para a redução de emissões de CO2 da Hidroeléctrica de Gove, no Huambo. Trata-se do primeiro projecto de carbono angolano a ser registado.

A equipa elaborou o Validation Repport, um documento que aprova os elementos fornecidos pelos promotores do projecto. Verifica os requisitos de elegibilidade para poder ser registado como um projecto de CDM – Clean Development Mechanism, criado no âmbito do Protocolo de Quioto.

O projecto, a Hidroeléctrica do Gove, situado na província do Huambo, a 600 quilómetros de Luanda, prevê uma poupança anual estimada de emissões de 123,816 t de CO2.

Situada no rio Cunene esta hidroeléctrica tem uma capacidade total de produção de 61,86MW e a energia produzida vai ser distribuída na província do Huambo. Ao produzir energia a partir de uma fonte renovável, este projecto consegue reduzir a emissão de gases CO2 para a atmosfera ao permitir desactivar várias pequenas unidades de produção de energia de combustíveis fósseis que ainda operam na região.

Ao injectar energia renovável no sistema eléctrico este projecto passa a ser um exemplo, para a região e para o país, de um modelo de desenvolvimento sustentável que assenta nos recursos naturais de Angola.

Partilhe este Artigo