O saldo da balança comercial de Portugal com os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) subiu 272% até Setembro deste ano face ao mesmo período de 2013, de acordo com os dados da AICEP.

O s dados da Agência de Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), com base nos números do Instituto Nacional de Estatística (INE), revelam que o saldo da balança comercial passou de 476,3 milhões de euros, nos primeiros três trimestres do ano passado, para 1.487,2 milhões, nos primeiros nove meses deste ano, o que revela uma subida de 272%.

A variação dos números explica-se quase na totalidade pela forte diminuição das importações neste período, que tiveram uma queda de 44,8%, tendo passado de 2,2 mil milhões, de Janeiro a Setembro de 2013, para 1,2 milhões, no mesmo período deste ano.

As importações de Portugal são, na sua esmagadora maioria, de combustíveis, que valeram, no ano passado, 2.627 milhões dos 2.631 milhões de euros de bens e serviços comprados por Portugal aos PALOP.

É aqui que está a chave para a queda das importações nos primeiros nove meses deste ano: Portugal comprou a Angola apenas 1,1 mil milhões de euros de bens e serviços, na sua grande maioria petróleo, ao passo que de Janeiro a Setembro do ano passado tinha comprado 2.165 milhões, o que representa uma queda de 44,8%, equivalente a quase menos 970 milhões de euros de compras.

As exportações de Portugal para os PALOP, por seu lado, mantiveram-se praticamente inalteradas, aumentando 0,7%, de 2,6 para 2,7 mil milhões de euros, no mesmo período.

Partilhe este Artigo