A cidade de Benguela é desde hoje (sábado) palco da oitava edição do Campeonato Nacional de Futebol para portadores de deficiência, numa organização do Comité Paralímpico Angolano.

A prova, a realizar-se de 4 a 12 de Outubro, conta com a participação de equipas provenientes das províncias de Benguela, Bengo, Malanje, Huambo, Luanda e Moxico, que jogam entre si em sistema de todas contra todas, a uma volta.

Intervindo na cerimónia de abertura, o director provincial da Juventude e Desportos em Benguela, Pedro Garcia, mostrou-se regozijado pelo facto da região ter sido mais uma vez escolhida para acolher um evento desportivo de cariz nacional, o que prova a existência de boas condições organizativas para o efeito.

Destacou o trabalho empenhado das autoridades no sentido de proporcionar aos atletas e técnicos as melhores condições possíveis de forma que o campeonato tenha o êxito pretendido.

Pedro Garcia chamou a atenção da organização para maior divulgação do futebol vocacionado a atletas com muletas a fim de que os citadinos possam afluir aos campos onde se realizarem os jogos e apoiar as equipas.

Questionado sobre os objectivos competitivos da equipa de Benguela enquanto anfitriã, o responsável admitiu que, embora se trate de uma disputa bastante renhida, a formação local deve lutar no máximo da força pelo primeiro título nacional nesta modalidade paralímpica.

As províncias da Lunda Norte, Lunda Sul, Kuando Kubango e Uíge acabaram por desistir à última hora, devido a problemas de transporte para Benguela. Actualmente a província do Moxico é hexacampeã nacional de futebol com muletas.

Partilhe este Artigo