O Ministério das Finanças de Angola vai comprar, por de 115,46 milhões de dólares, uma torre de escritórios em Luanda para a instalação de vários serviços, de acordo com um despacho presidencial que autoriza o negócio.

Em causa está um contrato no valor de 115,46 milhões de dólares para aquisição do edifício “IMOB Business Tower”, no centro da capital angolana, com uma área de 16,7 mil metros quadrados, de acordo com o mesmo despacho assinado por José Eduardo dos Santos.

O imóvel ficará afecto ao Ministério das Finanças, que vai celebrar o contrato de compra e venda com a empresa IMOB Angola, e ainda à Comissão de Mercado de Capitais e às instituições do Mercado de Valores Mobiliários e Derivados.

No despacho em que autoriza este negócio, datado de 18 de Setembro, o Presidente José Eduardo dos Santos justifica a necessidade de criar as “melhores condições de trabalho” para os órgãos do aparelho do Estado, “com vista ao aumento da eficácia e da eficiência da actividade do Governo”.

Visa ainda “a prestação de um serviço adequado e eficiente aos cidadãos, no âmbito do processo de modernização da Administração Pública”, lê-se no mesmo documento.

Partilhe este Artigo