O ministro dos Transportes, Augusto Tomás, não faz a coisa por menos. Assim, prevê para o primeiro semestre de 2017 a entrada em operação de Unidades Múltiplas de Diesel, no percurso ferroviário Bungo/Baia, em Luanda.

Em declarações à imprensa, no final da 8ª Sessão Ordinária do Conselho de Ministros, Augusto Tomás disse ser um projecto integrado no Plano Director de Transportes e Logística da província de Luanda e que visa fazer, face à procura, que se regista na transportação de passageiros.

O plano, prosseguiu o ministro, prevê integrar vários sistemas de transportes, entre os quais o marítimo, ferroviário, rodoviário e aéreo. Referiu ser nesse quadro em que se insere a construção da segunda linha ferroviária Bungo/Baia.

De acordo com o governante, na segunda fase está projectada a ligação Bungo/Baia até ao novo Aeroporto Internacional de Luanda.

É um projecto que prevê a construção de quatro passagens superiores nos cruzamentos ferroviários com a Ngola Kiluanje, Quarta Avenida, Quinta Avenida e da Sétima Avenida, salientou.

Augusto Tomás informou que as passagens superiores em referência vão mitigar o congestionamento do trânsito e acautelar os acidentes entre as composições ferroviárias e os veículos automóveis.

Para a manutenção das composições, que deverão ser adquiridas, foi aprovada a construção de uma oficina adstrita aos caminhos de ferros de Luanda para garantir a vida útil e económica desses bens.

Partilhe este Artigo