O Governador da província do Huambo, Kundi Paihama, aconselhou hoje, segunda-feira, nesta cidade, os angolanos a reverem-se nos feitos dos antigos combatentes e veteranos da pátria, na luta pela Independência nacional, conquista da paz e da estabilidade do país.

O s “antigos combatentes são o alicerce da nação angolana, graças ao seu sacrífico Angola é hoje um país independente e respira um ambiente de paz desde 2002”, disse o governante, quando falava na cerimónia de apresentação do novo director provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.

Por este motivo, defendeu a necessidade de serem mais respeitados pelos angolanos, independentemente do estatuto social, cor partidária ou religião, em reconhecimento do sacrifício por eles consentido para o bem de todos.

“É graças à coragem e a valentia destes homens, que estamos aqui”, reconheceu o responsável, tendo apelado a colaboração dos angolanos em continuar a implantar, defender e consolidar a unidade e reconciliação nacional, bem como a incrementar o desenvolvimento sócio-económico do país.

Por seu turno, o director provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria no Huambo, José Manuel dos Santos, apontou a criação de uma cooperativa agrícola, no quadro da implementação de programas geradores de rendimentos para os assistidos da instituição, como sendo uma das suas principais tarefas enquanto estiver no cargo.

Em declarações à imprensa, disse que a cooperativa poderá concorrer para a melhoria da qualidade de vida dos antigos combatentes e veteranos da pátria na província.

Desta forma, afirmou, pretende-se incentivar a prática da actividade agrícola no seio da classe, assim como rentabilizar os meios que serão colocados a disposição dos assistidos.

José Manuel dos Santos, que exercia as funções de chefe do Departamento dos Desportos da Direcção Provincial da Juventude e Desporto, substitui no cargo, Janeiro Moreira Lopes.

Partilhe este Artigo