A venda de diamantes rendeu a Angola mais de 100 milhões de euros em Agosto, um aumento de 40 por cento face ao mês anterior, segundo dados do Ministério da Geologia e Minas.

A mesma informação aponta para a comercialização, no mês passado, de 841.666 quilates, num total de 128,8 milhões de dólares (101 milhões de euros), ao preço médio de 153,05 dólares (120 euros) por quilate.

No mês de Julho as vendas cifraram-se em 92,5 milhões de dólares (73 milhões de euros), referentes a 685.488 de quilates, a um preço médio de 135,01 dólares (106 euros) por quilate.

Estes dados indicam um aumento de 22,78% no volume de vendas e de 39,19% no total arrecadado, influenciado pela subida da cotação do quilate entre Julho e Agosto.

Os resultados foram também, segundo o Ministério da Geologia e Minas, influenciados pelo “aumento da produção” na mina de Catoca, em quase 10% face a Julho.

A produção total de diamantes brutos, até ao mês de Agosto, alcançou 57,90% da meta anual, enquanto a receita bruta já totaliza 65,55%.

Partilhe este Artigo