O vice-governador do Kuando Kubango para o sector político e social, Pedro Camelo realçou, em Menongue, o papel da comunicação social, no desenvolvimento do país e na divulgação das acções viradas para o melhoramento das condições de vida dos cidadãos nos vários domínios.

Em declarações à Imprensa no final de uma visita de constatação aos órgãos de comunicação social público, Televisão Pública de Angola (TPA), Rádio Nacional de Angola (RNA), Jornal de Angola e Angop, Pedro Camelo disse que as actividades desenvolvidas pelo governo em prol do desenvolvimento social, económica das pessoas são tornadas públicas, através dos órgãos de comunicação.

Reconheceu que os profissionais da informação, muitas vezes, trabalham em condições adversas, mas com sentido de responsabilidade para garantir o direito de informação aos cidadãos.

Ressaltou que a responsabilidade patriótica que norteia o dia-a-dia dos profissionais da comunicação social, tem feito com que a vontade de prestar o serviço público de qualidade, seja superior em relação as necessidades ainda existentes.

“Independentemente do esforço que está sendo feito para que haja condições de trabalho nos distintos órgãos, ainda há um problema maior que se prende, sobretudo com os meios de transporte, já que não são suficientes para poderem estar em todas as coberturas”, realçou.

O vice-governador adiantou que, através do Programa de Desenvolvimento da província para o quadriénio 2013/2017, constam da carteira de projectos, a edificação das instalações para os órgãos da comunicação social, cujo início, está previsto para 2016.

Partilhe este Artigo